21.9.15

Leituras de Julho e Agosto

Demorei um bocadinho para fazer esta publicação com as leituras dos meses do Verão, mas aqui está ela!
E que bom que foi lembrar-me destes livros que tanto me enriqueceram. Senti-me logo grata por os ter lido.



Este foi o único romance publicado de Oscar Wilde. E foi adaptado ao cinema e televisão dezenas de vezes.
Basil, que é um pintor, pinta o retrato do seu amigo Dorian Gray, captando nele toda a sua beleza e juventude. Dorian conhece um amigo de Basil com nome de Lord Henry que acaba por o influenciar com a sua visão do mundo. Acabando por Dorian se tornar uma pessoa que dá mais  importância à sua beleza e  à satisfação dos seus desejos, que a outra coisa qualquer. Claro está que que Dorian acaba por se aperceber que um dia a sua beleza irá desaparecer, e aí começa a expressar o desejo de vender a sua alma  para assegurar que quem irá envelhecer será o retrato pintado por Basil e não ele próprio.

Este livro foi uma daquelas escolhas rápidas num dia em que tinha destinado ir para a praia com a família, e só quando cheguei a casa dos meus pais é que me apercebi que tinha deixado o meu livro em casa. Com praia sem livros para mim não combina fui à estante dos livros lá de casa e tirei este livro que pertence a uma colecção de clássicos de literatura dos meus pais., foi leitura de encher chouriços, mas li-o no num instante e acrescentei mais um clássico à minha colecção.



Best seller internacional que está a transformar a vida de milhares de leitores em todo o mundo. 
Se tivesse que resumir este livro num ditado, com toda a certeza que o escolhido seria: " Cada macaco no seu galho".
Quantas vezes não o ouvi na minha infância, pela minha mãe, pelas minhas tias e pelas minhas avós. E mais no tempo delas as coisas na minha opinião eram bem mais fáceis. Pois não tinham a casa repleta de objectos, roupas e gadgets como nós nos dias de hoje. Sim, porque hoje em dia as pessoas vivem rodeadas de tralha. E chega a ser incrível a influencia que isso traz para  a nossa vida. O que altera a nossa maneira de ser, de estar e de agir. Infelizmente de uma forma muito negativa.
Basicamente temos de nos convencer que espaços desarrumados, feios e completamente desorganizados torna as pessoas tristes e infelizes, e ao contrário disso, espaços arrumados, organizados e bonitos deixa as pessoas alegres e felizes. E essa é a mensagem principal que Marie Kondo, uma especialista em arrumação, nos transmite. Mostrando-nos o seu método, revelando-nos ferramentas simples e praticas para o fazermos. Começando por deitar fora o que não interessa, cuidando do que interessa, transformando o espaço aonde se habita em ambientes de tranquilidade e ordem. Com o objectivo final de nos tornarmos assim pessoas mais felizes. 

Eu adorei este livro, aprendi imenso com ele, e melhorei umas tantas coisas que já sabia. Foi impressionante o efeito que teve em mim. Li-o quando estava fora de férias, acreditem que mal cheguei pus logo mãos à obra na minha casa. Para quem como eu gosta de organização aconselho vivamente este livro.





O narrador , que é um escritor frustrado e hipocondríaco viaja para Budapeste para um encontro literário, sem sequer imaginar aonde a literatura o vai levar. Coxo e sempre acompanhado por uma bengala, planeia uma viagem rápida. Planos que lhe saem pela culatra, depois de conhecer um jovem escritor italiano, cheio de vida e de energia. 
Convencido por esse jovem muito pouco sensato, acaba por ir de Budapeste para a casa de um produtor de cinema no meio de um bosque numa província de Itália. Acabando por passar lá uma temporada de Verão a que ele chamou O bom Inverno.
O dono da casa tinha 2 paixões: cinema e balões de ar quente. 
E é entre estranhas personagens e estranhos acontecimentos e um corpo que o atraiçoa constantemente, que o narrador tem consciência de que em casa do produtor de cinema as coisas não são nada do que parecem. Depois de uma noite super agitada, toda a comédia até então vivida, torna-se uma grande tragédia. O dono da casa é encontrado morto no lago da sua própria casa. Todos os presentes na casa tem uma versão diferente do que aconteceu.  Mas um dos presentes que é quem construía balões de ar quente para o dono da casa, decide que tem de encontrar o culpado por aquela morte. Não deixando ninguém sair da casa do bosque até que isso aconteça.
Claro que isso as torna as pessoas mais frágeis e egoístas, acabando por se atraiçoarem umas às outras sob a influencia do homem que fazia os balões. E, um a um, os personagens vão ser confrontados com os seus próprios medos, num enorme pesadelo assassino que parece só poder terminar quando não sobrar ninguém para contar a história.

Na minha opinião este não é dos livros que eu gosto de ler, mas veio me parar às mãos e como nunca tinha lido nenhuma obra  deste autor, achei que esta era a oportunidade. Não adorei o livro,  mas a verdade é que a escrita prendeu-me de certa forma,  e à medida que ia lendo mais a minha curiosidade aumentava para saber como terminava. E os acontecimentos eram sempre inesperados, e todas aquelas personagens que eu achava que eram boazinhas  mostravam sempre os seus podres. Uma história louca sem dúvida.



Este livro foi uma compra maravilhosa que fiz na rua, a um rapaz que andava a vender às pessoas que ia encontrando. Eu quando olhei para a capa nem pensei duas vezes. E ainda lhe agradeci por me fazer chegar aquele livro às mãos.
É um livro pequeno que li num abrir e fechar de olhos, tão pequeno e com tanta informação!  Fala essencialmente que o ser humano apesar da inevitável luta pela sobrevivência  anseia mais que tudo pela sua paz interior.  Fala do poder que a meditação pode ter nos nossos dias. Que uma prática constante nos leva a não nos lamentarmos, a aceitarmos as coisas como elas são, ensina-nos a viver felizes com menos, ensina-nos a ser gratos. Resumindo leva-nos a alcançar a superconsciência.


With love,

Catarina.

12 comentários:

  1. Olá Catarina este livro arrume sua casa arrume sua vida me chamou muita atenção.
    Gosto muito de organização não só em casa mas na vida toda.
    Concordo com você as pessoas desorganizadas não são muito felizes e estão sempre com problemas.
    Por aqui estou sempre me livrando das tralhas e tentando tornar minha casa mais simples e funcional.
    Bjs e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Cida!!
      Se viver organizada é uma coisa que gostas sem dúvida que vais adorar este livro. Vai ensinar-te muitas dicas e aperfeiçoar outras que já utilizas no teu dia a dia. Se tiveres oportunidade lê e depois diz-me o que achaste.
      Beijinho grande e uma boa semana também para ti!

      Eliminar
  2. Confesso que andava à espera deste teu post :) para saber quais foram as tuas leituras!! O da Marie Kondo já o conheço bem e nem preciso de te falar nele. O Retrato de Dorian Gray é um clássico que tenho na minha lista de livros a ler...mas não sei quando! Também tenho curiosidade em ler João Tordo, quando for a Portugal talvez compre o último dele "O luto de Elias Gro". Agora fiquei mesmo curiosa com o último que falaste!! Só que esse já nem se deve encontrar em lugar nenhum à venda!
    Beijinhos minha querida e boas leituras!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembrei-me de ti quando estava a fazer este post :) Vá-se lá saber a razão :D
      É sempre bom ler clássicos, quanto mais não seja pela nossa cultura. João Tordo foi uma boa surpresa, gostei muito da escrita dele. Quanto a este último é um livro para desenvolvimento pessoal, eu adorei. E é daqueles que me transmitem alegria, logo faço questão de o guardar!!! De qualquer das maneiras envia-me a tua morada por email que eu faço chegá-lo até ti! Depois entregas-me em mão na tua próxima vinda a Portugal!!
      Beijinho enorme, boa semana e continuação de boas leituras também para ti!

      Eliminar
  3. Bom dia Catarina :)
    Impressiona me o facto de leres tanto ,é mesmo uma paixão para ti a leitura .
    A leitura faz nos crescer sem duvida ,dos tres livros o que me prendeu mais a curiosidade e vontade de comprar foi o "arrume a sua casa ,arrume a sua vida " é a minha cara .
    Apesar de que também o ultimo seja o meu objectivo ,meditar mais e poder assim andar mais serena e aceitando a vida tal como é .
    Haja tempo e vontade ,desejo um resto de dia feliz .
    Hoje já fiz a minha caminhada ,e agradeci o momento ,conto ainda fazer meditação OBRIGADA por me INSPIRARES a ser uma pessoa melhor comigo mesma .
    bj grande princesa e tens um email ;)
    Lulu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia minha linda!
      Tens razão ,a leitura é uma grande paixão para mim. Sempre que posso gosto de ler!
      A leitura faz-nos muito bem, transporta-nos para outros lugares, aumenta-nos a cultura, trazem-nos tantas aprendizagens... Enfim só vejo benefícios.
      Se tiveres oportunidade de ler esse livro que te suscitou mais curiosidade lê, vais adorar, tenho a certeza! E é um livro que se lê muito bem.
      Acho muito bem que faças umas caminhadas, fazem-te bem à alma e ao corpo. E nada melhor que ter o nosso corpo em sintonia com a nossa mente. Fico também muito contente por saber que andas a praticar meditação, é um processo que ao longo do tempo vais notar a evolução. E não é necessário despender muito do nosso tempo. 5 ou 10 minutos por dia são mais que suficientes. E ao fazê-lo não perdemos nada muito pelo contrário.
      Obrigada do fundo do meu coração por todo o teu carinho, nem imaginas como me sinto grata por ele e por todas as tuas palavras.
      Um enorme beijinho para ti, tem um bom dia!!

      Eliminar
  4. Sugestões aceites!!! Bj e tudo de bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada!!!
      Beijinhos querida****

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Obrigada Manuela!!
      Beijinho grande***

      Eliminar
  6. Como sempre gosto destes posts :) Acho muito interessante a descrição e gosto de saber a tua opinião :)
    Acho que são partilhas úteis ;) Obrigado Catarina :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada eu minha querida.
      Inicialmente a minha intenção com estes posts era fazer um registo dos livros que ia lendo, aliás a intenção ainda se mantém, mas é muito bom saber que para além disso também servem para que as pessoas que os lêem se inspirem para as escolhas das suas leituras.
      Beijinho enorme**

      Eliminar