8.2.16

O mundo vasto da alimentação!


Depois de uns dias ausente, aqui estou eu de volta. Por vezes estas pausas são necessárias. A vida chama-nos a atenção e pede-nos para abrandar. Há sempre lições a aprender, e quando elas surgem surge também a necessidade de parar, sentir, assimilar, aceitar, inspirar e expirar várias vezes e depois sim, seguir em frente. 
Como já disse aqui, estou a tirar um curso de alimentação vegetariana, que tem como princípio ver a nossa cozinha como uma farmácia. Só vos posso dizer que estou a adorar. E se alguma vez hesitei antes de me inscrever, pelo tempo que me ia tomar, só posso agradecer por ter decidido tirá-lo na mesma. Tenho aprendido tanta coisa, e não me refiro só às maravilhosas receitas mas também há enorme quantidade de informações, tão  preciosas. Embora a alimentação saudável sempre me tenha fascinado, agora vejo o quanto ainda era básica. O mundo da alimentação é de uma vastidão enorme. O importante não é se somos vegetarianos ou não (isso é uma opção de cada um) e sim termos uma alimentação o mais variada e nutritiva possível. Acreditem as possibilidades de o fazermos são imensas.
Tenho imensa vontade de partilhar as coisas que tenho aprendido mas sinceramente nem sei bem por onde começar. Mas há que começar por algum lado, se essa é a minha vontade. Então assim sendo, vou partilhar aqui uma  receita que a mim me fez as delícias do meu paladar. Espero que gostem.

Mousse de abacate e framboesa

Ingredientes:

* 1 tablete de cacau
*125 gr de framboesas
*1 pacote de creme de soja
*1 colher de sobremesa de agar-agar
*1 colher de sobremesa de açúcar mascavado escuro
*1 colher de sobremesa de geleia de agave
*1 abacate grande maduro

Modo de preparação:
 
Derreter o chocolate ao lume. Enquanto fazemos isso demolhar o agar-agar em agua quente.
Quando o chocolate tiver derretido juntar o creme de soja, as framboesas, o abacate, o açúcar, a geleia de agave e triturar tudo. Depois juntar o agar-agar e voltar a triturar. Colocar o preparado em taças, decorar com framboesas e se quiserem folhas de menta. Levar ao frigorífico durante 1 hora ou mais se preferirem. (Se quiserem podem comer a folha de menta, na minha opinião a combinação é perfeita.)


With love, 
Catarina.

21.1.16

Voltas e mais voltas!


"Acredito nas voltas do mundo, nas surpresas que nos aguardam,
na velocidade das mudanças."
Martha Medeiros

Já há muito que deixei de pensar no passado que já lá vai, apenas lhe estou grata por tudo o que me ensinou. Também não penso no futuro, sei que não passaremos por nada para o qual não estejamos preparados. Vivo o presente, procurando alegria e inspiração nas mais pequenas coisas que rodeiam, e das tristezas tiro lições.
Acredito que tudo tem a sua hora, não adianta querer apressar as coisas. Há que respirar fundo, sentir, aceitar e seguir em frente. Tudo está no lugar certo, a vida encarrega-se de nos fazer chegar ao destino.

With love,

Catarina.





 

14.1.16

Leituras de Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro 2015.



Uma entrevista de um filho  jornalista (mais premiado na sua geração) a seu pai , o português há mais tempo infectado com o vírus da SIDA. Entrevista que se tornou um produto de mercado, do qual o dinheiro reverteu para os dispendiosos tratamentos do entrevistado.
A mim este livro pareceu-me um ajuste de contas entre o filho que foi criado pela avó, e um pai ausente. Sem dúvida uma entrevista íntima e comovente. Um gesto de amor de um filho para seu pai.


Sim eu li este livro!! Ofereceram-me e eu li. Mesmo depois de toda a polémica em volta das " 50 sombras de Grey".  Sim porque também li os 3 livros anteriores a este. Logo já conhecia a história, que na minha opinião é uma história de amor como tantas outras, que gerou muito alarido à sua volta por ter envolvido tanto sexo. Se bem que retrata sim todo os traumas que um jovem rapaz tinha devido à sua complicada infância e adolescência. Traumas esses que influenciaram a sua forma de estar e de agir na sua vida adulta, mas que no decorrer da história  acabaram por se resolver e porque o amor aconteceu. Claro que eu como romântica que sou, gostei de ver o amor a triunfar.  Este livro aqui é apenas mais do mesmo que os outros , mas com a diferença que aqui a história é contada por ele.

 

Este livro é um livro de auto-ajuda. Comprei-o numa feira de livros por uma verdadeira pechincha. Demorei algum tempo para lhe pegar, mas depois de o fazer li-o de uma ponta a outra num instante.
Sem dúvida que muito daquilo que podemos alcançar está mesmo nas nossas mãos, mais propriamente na nossa mente. Ela sim tem um papel determinante na nossa maneira de ser e de agir.
Este livro apresenta  os ensinamentos de Abraão, relacionando a busca da intenção deliberada para tudo aquilo que desejamos na nossa vida, com o equilíbrio da nossa energia para vivermos a Arte de permitir ao longo da nossa jornada. Realçando que a consciência da necessidade de equilibrarmos a nossa energia é muito mais importante do que criarmos objectivos. Depois de termos essa noção aí sim surgem os métodos para alcançarmos sim o que pretendemos.



Com esta publicação posso concluir que em 2015 li dezassete livros, o que me deixa muito contente. Pois o tempo livre nem sempre é muito, e embora goste muito de ler existem umas outras tantas coisas que também gosto muito de fazer. Logo há que me organizar bem para ter oportunidade de fazer várias coisas sem descuidar em nenhuma delas. Ainda assim 17 é um número bem bonito, até porque o ano tem 12 meses e se eu lesse  um livro por cada mês já era bem bom. E acabei por ler mais que isso.

With love ,

Catarina.



12.1.16

Aonde há amor há vida..


Esta é e será sempre uma das palavras da ordem dos meus dias. E eu agradeço muito por isso.
Fiz esta placa para pendurar num parede aqui de casa, na minha opinião bem simples, como eu gosto. Todos os dias olho para ela e me lembro do quanto este sentimento "nos" faz bem.

With love,

Catarina.

7.1.16

O poder da alimentação na nossa saúde.


Estamos em pleno mês de Janeiro, o frio e a chuva finalmente vieram para ficar, e eu com a horta repleta de coisas boas para colher. Tão bom! Desta colheita vieram laranjas, tangeras, clementinas, limões, alhos franceses, brócolos, beringelas, rabanetes, espinafres, salsa, coentros e hortelã! Bem posso agradecer aos dias de sol que se fizeram sentir nos últimos meses.
Nem imaginam a gratidão que eu sinto por ter todas estas coisas tão boas para comer. Como sabem sou adepta de um estilo de vida saudável e sustentável. Logo tudo isto vem mesmo a calhar. Nada melhor que sabermos o que estamos a comer, e ter uma horta permite-nos isto.
Nos dias de hoje a alimentação é um tema muito falado, acho até que está um pouco na moda. O que não me incomoda nada, muito pelo contrário. Fico muito feliz em saber que cada vez mais as pessoas se preocupam com aquilo que comem, e melhor, que percebem o efeito que alimentação tem em nós.
Falta de informação felizmente não é problema, cabe a cada um fazer as suas próprias opções.
Existem vários tipos de alimentação que podemos seguir, sendo elas: vegetariana, veganismo, natural, integral, orgânica, macrobiótica, entre outras..
Sinceramente não sigo nenhuma delas especificamente, talvez em quase todas elas há coisas que me inspiram, e que algumas até já incuti na minha alimentação. 
Como  essencialmente peixe, frango e peru (muito pouco e cada vez menos, talvez até deixe de comer...), uso e abuso de legumes, leguminosas e fruta, cereais, bebo muita água, não resisto a um bom chá, e não dispenso o meu café pela manhã. Se me apetecer um doce, seja um chocolate, umas bolachas, ou qualquer outra coisa, como. Se me apetece como e pronto, nada de culpas. Um dia não são dias, desde que isso não se torne um hábito diário, claro.  Há que haver um equilíbrio. Quando gostamos de nós mesmos, aprendemos a comunicar com o nosso corpo, e há que perceber o que ele nos pede. Devemos optar por comer o que nos deixa satisfeitos. Com o tempo vamos aprendendo a ver os alimentos que nos fazem bem, que nos dão energia e vitalidade, assim como o contrário. 
No passado mês de Dezembro iniciei um curso de alimentação saudável vegetariana, que ensina a ver a cozinha como a nossa farmácia. Já aprendi muitas coisas interessantes e vou aprender muitas mais com toda a certeza. É muito gratificante quando investimos em coisas de que gostamos, que nos dão prazer e que nos ajudam a melhorar como ser humano.
Ao cuidar da minha alimentação estou a cuidar do meu corpo, e isso é muito importante, pois é nele que habita a minha alma.

" Quando a nossa mente está em equilíbrio, ouvimos e atendemos nosso corpo e suas necessidades, o mesmo permanece saudável e equilibrado. Contudo, conhecer nosso corpo tornou-se uma tarefa por demais esquecida na correria dos dias atuais. Somos frequentemente vitimas de doenças que se iniciam em esferas de nossa existência que desconhecemos e que se refletem em nossos corpos de um modo ou de outro no decorrer das nossas vidas. O que fazemos, o que comemos e como nos relacionamos com o mundo à nossa volta acaba se refletindo em nosso ser, não apenas em nosso corpo. " Ivan Zacharauska



With love,

Catarina.


4.1.16

Novo ano, 366 oportunidades para sermos felizes!


Cá estou de volta ao meu cantinho, depois de uns dias ausente pela melhor razão possível. Estive bastante empenhada em aproveitar cada segundo do meu precioso tempo com as pessoas que mais amo. A minha família. A minha maior bênção, e a qual eu todos os dias agradeço. Afinal não é todos os dias que tenho a oportunidade de juntar aqueles que mais amo. E quem me conhece sabe bem o valor que dou a isso.
Visto isto, não podia ter terminado o ano de melhor maneira. Deixei 2015 com o coração cheio, graças aos bons momentos que passei nos últimos dias do ano. Para trás ficaram 365 dias, aonde vivi momentos muito bons, outros menos bons, mas com os quais acabei sempre por me reconciliar, afinal com todos eles eu tive a oportunidade de aprender, de crescer e isso é motivo mais que suficiente para me sentir grata por todos eles.
Entrei em 2016 com o meu coração cheio de amor, repleto de gratidão, com força e determinação para alcançar novas coisas, com a certeza que não passarei nada para o qual não esteja preparada, com uma vontade enorme de aprender mais, de crescer mais e com esperança de ser feliz, ainda mais feliz.
Para todos aqueles que me acompanham por aqui, eu desejo um excelente 2016, que tenham todos muita saúde, muita paz, muitas conquistas, muitas alegrias e muito amor nos vossos dias.



With love,
Catarina.

24.12.15

*** Feliz Natal***

Desejo a todos um Santo e Feliz Natal! Com muita saúde, muita paz e muito amor!

With love,

Catarina.