quinta-feira, 23 de abril de 2015

Bom dia alegria




É de manhã que se começa o dia  e já diz o ditado que acordar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer!!
Estou completamente viciada nos meus batidos matinais, super fáceis de fazer, recheados de coisas boas e muito saborosos. E depois do Yoga cai que nem gingas!!!

Se estiverem interessados podem dar uma  olhadela aqui! (sim eu ando mesmo viciada em Yoga, mas não faz mal, há com toda a certeza vícios bem piores!)


With love,

Catarina.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Yoga na rotina matinal




Há quem diga que são necessários pelo menos 21 dias para instalarmos um novo hábito nos nossos dias. Não sei se demorei 21 dias ou mais para a mudar a minha rotina matinal, mas mudei-a.  Hoje posso dizer isso com alegria e satisfação.
Já lá vão uns bons meses em que a minha hora de levantar é sempre a mesma, excluindo o domingo que me levanto um pouco mais tarde (mas não muito mais). Antigamente era mais preguiçosa e ficava na cama até não poder mais.  Agora que faço exactamente o contrário, vejo o que eu andava a perder.
Como sabem sou praticante de Yoga, mas de há uns tempos para cá  comecei a sentir a necessidade de praticar mais para além das aulas. Comecei por fazê-lo de vez em quando em casa. Mas quanto mais praticava,  mais vontade tinha de o fazer. Decidi então, que estava na altura de  inserir o Yoga na minha rotina matinal. Comecei por fazer apenas a saudação ao sol, o que me tomava pouco tempo. Claro está que com esse hábito, veio a vontade de prolongar mais esse tempo. Hoje pratico todas as manhãs, entre 20 a 30 minutos com a meditação incluída. Posso garantir que essa meia hora faz toda a diferença no meu dia. Não quer dizer que por alguma razão, não possa haver um dia que eu não o faça, mas com toda a certeza se isso acontecer o dia não me corre da mesma maneira!
Pratico sempre em jejum,e se eu já gostava do ritual do meu pequeno almoço agora ainda gosto mais. Parece que o faço ainda com mais prazer, naquele momento sinto que estou alinhada comigo mesma. E posso até saber que me esperam situações desagradáveis, mas naquele momento não há espaço para coisas más. Estou calma, tranquila e grata.
Sem dúvida que é uma forma maravilhosa de carregar as baterias para mais um longo dia.
Isto tudo para dizer mais uma vez, que nós seres humanos somos seres de vícios, e é tão bom quando nos viciamos em coisas que nos fazem bem!

With love,

Catarina.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Coisas que valem a pena!


(Palmeira que teve de ser cortada, ganhou uma nova vida como vaso.)

Plantar flores e vê-las crescer.
Dedicar o nosso tempo livre a fazer coisas que nos dão prazer!
Deixar de nos queixar.
Parar e pensar nas coisas boas que nos rodeiam. E agradecer por elas.
Ver este documentário maravilhoso.
Ler este excelente artigo  sobre a alimentação e este artigo sobre Yoga!
E depois processar toda esta informação e tirar o melhor partido dela!

E que esta semana  nos traga muitas alegrias e muitos sorrisos.

With love,

Catarina!



sexta-feira, 10 de abril de 2015

Planos para o fim de semana.

O corpo pede para abrandar. Eu obedeço.
Parar, respirar....
Inspirar e expirar...
Observar....
Ver a beleza das pequenas coisas, e deixar-me inspirar por elas....
Agradecer e voltar a agradecer.

 

"A simplicidade tem de brotar do mais intimo do seu coração. A vida é feita de pequenos detalhes e grandes alegrias. Basta observar!" 
Vitorio Lisneu


With love,

Catarina.

sábado, 4 de abril de 2015

Arrumações e limpezas primaveris

É claro que aqui em casa já começaram ( na verdade nunca tiveram paradas). Com o sol que já se faz  sentir, os dias pedem mesmo persianas para cima e janelas abertas. Casa arejada! Limpezas, organizações e arrumações! E eu gosto disso. Para mim tirar umas horas para tratar  da casa não é sacrifício, pode dar e dá trabalho sim senhora, mas a recompensa final vale por isso!!
A primeira divisão foi  o meu atelier, que "destralhanço" que eu fiz:

* Documentos com uma série de anos = reciclagem
* Materiais de bricolage que já não via mão há uma série de tempo = separado para doar
* Tecidos a monte = separados por tamanhos e arrumados em separado
* Materiais misturados tipo fitas, novelos, e moldes = tudo arrumado separadamente
* Limpeza a fundo de caixas, frascos, mais caixas e afins
* Limpeza a fundo a móveis, janelas e chão




No final  o meu cantinho ficou mais vazio, mais limpo e muito mais bem organizado, e eu feliz da vida! 
Ainda me sentei um bocado a lanchar uma sobremesa que gosto muito ( abacate com mel, canela e umas gotinhas de sumo de limão) a contemplar o meu cantinho.
Como nos faz bem, olhar para coisas bonitas que nos inspiram.





quarta-feira, 1 de abril de 2015

Ser mais falando menos.

Nos dias que correm cada vez mais me convenço de que tenho de sentir e ouvir mais, e falar cada vez menos. E no que diz respeito a falar, menos é sem dúvida mais.
A minha intuição diz-me que é isso que tenho de fazer. E eu tenho de lhe dar ouvidos.
Ser, sentir, pensar, ouvir e calar! É aqui que eu tenho de me focar.




 "Pratique o silêncio e você adquirirá um conhecimento silencioso. Neste conhecimento silencioso está um sistema computacional que é muito mais minucioso, muito mais preciso, e muito mais poderoso do que qualquer coisa que esteja contida nas fronteiras do pensamento racional." (Deepak Chopra)


With love,

Catarina.

domingo, 29 de março de 2015

Mais uma experiência na cozinha! Pão de sementes!

Agora não quero outra coisa! Testei mais uma receita de pão, que na minha opinião ainda me saiu melhor do que a última que fiz.
A minha intenção é fazer quantidades maiores para congelar e não ter de estar sempre a fazer. Mas como ando numa de descoberta e tentativas prefiro fazer apenas um de cada vez, no caso de me sair mal, o estrago não é tão grande. E assim vou variando, pois se há coisa que não me agrada é andar sempre a comer o mesmo.  




 Aqui fica a receita:

Ingredientes:

* 3 chávenas de farinha de arroz
* 1 colher e meia (de sopa) fermento em pó sem glúten
* 2 colheres (de sopa) de açúcar mascavado
* 1/2 colher ( de sopa) de sal
* 3 colheres (de sopa) de azeite
* 1 chávena e meia de água morna
* 1/2 chávena de mistura de sementes de chia, papoila, girassol e linhaça

Misturar todos os ingredientes sólidos, depois o azeite e a água. Amassar bem, e deixar a levedar durante 30 minutos. Depois voltar a amassar, meter na forma e deixar a levedar mais 20 minutos. Levar ao forma ao forno pré-aquecido durante 40 minutos a 180º. 


With love,

Catarina.