26.4.18

A terapia da escrita.



Desde miúda que sempre adorei escrever. Se há uma forma que me ajuda muitas vezes a deitar tudo cá para fora, é com toda a certeza escrever.
Sei o quanto é importante não me deixar sufocar pelo milhares de pensamentos que me invadem a mente, e muitas vezes tudo o que preciso é de um caderno e de uma caneta para os deitar cá para fora. Faço esse exercício imensas vezes, e para mim ele funciona como uma terapia. E não escrevo só quando estou triste ou deprimida, gosto de o fazer também quando estou feliz. Faz-me um bem incrível.

Muitas vezes penso que nos dias de hoje se calhar fazia mais sentido escrever apenas no computador, mas escrever no papel tem todo um ritual que me fascina.

Claro que na maior parte das vezes as minhas palavras nem sequer saem do papel. Penso que algumas das coisas que escrevo dariam bons posts, mas depois algo que não sei bem o que é, leva-me a não as partilhar. E isso acontece-me tantas vezes.

A verdade é que partilhando ou não aqui o que escrevo, vejo neste meu hobbie uma inesgotável fonte de bem estar e tranquilidade. Logo faz-me tanto sentido continuar a fazê-lo.
E é isto que devemos fazer nos nossos dias e na nossa vida, permitir-nos gastar o nosso tempo com o que nos transmite coisas boas, com o que nos dá prazer e nos faz feliz. Mesmo que momentaneamente, pois a felicidade é isso mesmo! Momentos!

Complicamos tanto o que tantas vezes é tão simples. Vamos desligar o "complicómetro" e vamos ser felizes mais vezes! 



With love,

Catarina.



20 comentários:

  1. Tal e qual, Catarina! Vamos ser felizes um bocadinho todos os dias... :)
    A minha terapia passa pelas linhas, lãs, tecidos... que funciona tão bem quanto a tua escrita. O importante é isso mesmo, gastarmos algum do nosso tempo com o que mais apreciamos.
    Beijinhos, querida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos pois minha querida!
      Eu bem sei que a tua terapia é outra, e sabes?! O importante não é qual é e sim o bem que nos faz.
      Beijinho enorme e bom fim de semana.

      Eliminar
  2. E nós ficamos felizes com as tuas partilhas:-)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada minha querida!
      Beijinho grande e bom fim de semana.

      Eliminar
  3. Escrever é tão libertador. Por acaso tenho saudades de escrever, mas só consigo fazê-lo quando estou muito triste e ultimamente não tenho estado triste xD É um conflito complicado 8D
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Menina doce eu sou da mesma opinião que tu, que escrever é libertador!
      Ainda assim no teu caso em particular, devido ao que me contas prefiro que não escrevas :D
      Beijinho enorme e bom fim de semana.

      Eliminar
  4. Quanto mais escrevo mais gosto de escrever. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sinto exactamente o mesmo.
      Beijinho e bom fim de semana.

      Eliminar
  5. Olá minha querida Catarina :)
    Sem dúvida, somos uns complicados, muito, muito!!
    Cada vez mais dou valor aos momentos, porque realmente é o mais importante, o agora ;)
    Beijinhos grandes e bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sandrinha!
      Que bom ter-te por aqui!
      Tens toda a razão, importante mesmo é o agora!!!
      Beijinho enorme e muito obrigada pela tua fiel companhia.

      Eliminar
  6. E o que é simples é tão GRANDE!... 😍
    Beijitos, bom fim de semana! 😘

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade sim minha querida!
      Beijinho grandeeeee**

      Eliminar
  7. Querida super concordo contigo. Sempre adorei escrever e o que escrevo sempre foi variando conforme a fase que eu ia passando. Escreve mais, e fotografa mais ainda... Estamos aqui <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada minha querida amiga, pela tuas palavras, força, carinho e fiel companhia!
      Gosto tantooo de ti!
      Beijinho enorme!

      Eliminar
  8. Olá Catarina. Gosto muito de escrever também, porém nunca para mim e sempre para alguém. É terapêutico como o podem ser outras formas de expressão, tal como a pintura, o desporto, a leitura. Enfim, não acaba, importante é proporcionamos a nós próprios momentos de bem estar e de conexão com a vida, com os amigos, com quem ou o que for. Poder fazer o que gostamos e dedicarmo-nos a isso, é um privilégio. Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Val, como sempre, com palavras tão assertivas! Não podia concordar mais com o que me dizes!
      Beijinho enorme ***

      Eliminar
  9. Oi, Catarina!

    Que bela mensagem... A tua relação com a escrita, é a mesma que tenho com a fotografia. Tiro muitas fotos, me fazem bem... Nem todas publico!

    Abraços, Cris

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristina!
      Muito obrigada pela visita e pelas palavras!
      O importante mesmo é nos dedicarmos ao que nos dá prazer, é fazer por nós. Não interessa se partilhamos ou não, interessa sim que nos faça bem!
      Beijinho grande*

      Eliminar
  10. Como te entendo. A escrita liberta-nos, pois a escrever é mais fácil das asas aos sentimentos do que a falar. Ninguém nos ouve, ninguém nos pode travar e quando chegam ao conhecimento alheio já de cá sairam e não podem ser travadas... Tive uma grande luta entre escrever no computador ou no papel. Levei algum bom tempo a largar o papel para passar às teclas. Atualmente escrevo muito mais no computador - é mais rápido e tem a particularidade de podermos apagar tudo e refazer tudo em minutos - mas ninguém me tira o papel e a caneta. Prova disse é que continuo a ter cadernos com fins especificos, agendas e afins... sempre atualizados. De qualquer forma, só quero dizer que escrevas muito ou pouco, cá estou para ler...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria Joao!!

      Muito muito obrigada pelas tuas lindas palavras de incentivo!
      Se a escrita nos faz bem, devemos continuar a escrever, seja no papel, num teclado ou aonde nos apetecer!
      Beijinho grande e bom fim de semana!

      Eliminar